Canal de atendimento atendimento@medaula.com.br
(31) 3245-5781 (31) 9 8882-8953
Rua Grão Pará, 737 Conjunto: 1101 - 11o andar, BH
CNPJ: 07.254.304/0001-24

DERMATITE PERIORAL

10 de junho, 2020

Uma dica muito boa da nossa querida Dra. Gabriela para vocês, confiram aí!

A Dermatite Perioral (DP) é uma dermatose crônica que, geralmente, apresenta-se com pápulas eritematosas ou papulo-pústulas, não pruriginosas, ao redor da área perioral. Se as lesões envolvem áreas perinasal e periorbital, o termo “dermatite periorificial” pode ser empregado.

A DP é mais comum em mulheres adultas jovens (de 16 e 45 anos), mas já foi relatada em crianças de 7 meses e 13 anos de idade.
A patogênese exata dessa condição é desconhecida.
O uso tópico de corticosteroides por longo período na face, especialmente os fluorados, está frequentemente associado à etiologia da DP e, geralmente, precede a manifestação dessa condição. O uso de corticosteroide tópico pode melhorar o quadro clínico, mas quando o creme é interrompido, ocorre recidiva.

Há uma longa lista de possíveis causas de DP, como agentes infecciosos (Demodex spp., Candida albicans, bactérias fusiformes), medicação (corticosteroides tópicos, inalatórios e orais, tacrolimus, pimecrolimus), creme dental com flúor e anti-tártaro, cosméticos (hidratantes), filtros solares, restaurações dentárias, cirurgia ortognática e goma de mascar.
No entanto, deve-se notar também que há outro grupo de fatores associados, como hormônios (surto pré-menstrual, pílulas anticoncepcionais e gravidez), disfunção da barreira de pele (mais comum em pacientes atópicos pela alteração de barreira cutânea), corticosteroides sistêmicos em transplantados renais, doença de Crohn e miastenia gravis.
Portanto, é razoável supor que a DP seja uma combinação ambiente e resposta da pessoa a múltiplos estímulos diferentes.

Enviar um Whatsapp
1
Quer falar com uma consultora?
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by